Corro para o Alvo

Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Filipenses 3.14-15

quinta-feira, outubro 26, 2006

Buscando a Deus com Fé (Abraão - Gn 22)

Este tema nos remete a alguns questionamentos, sobretudo os dois seguintes: (1) se Deus está em todos os lugares por que devo buscá-lo?, (2) se estou buscando a Deus já não estou demonstrando fé?, ao analisar a conduta do personagem de hoje teremos algumas respostas para estas perguntas.

O Senhor Deus um dia disse a Abraão (um verdadeiro homem de fé) “Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi”. Abraão obedeceu levando o seu filho àquela montanha e lá levantou sua mão com uma faca para matar seu filho, pois segundo a bíblia, tinha como verdadeira a promessa que Deus lhe havia feito de que sua descendência (os descendentes de Isaque, o filho que ele estava oferecendo) seria abençoada. Por isso ele creu que ainda que matasse seu filho, Deus o ressuscitaria.

Deus encarregou-se na hora exata de dizer a Abraão que ele não precisava ir até o final naquele ato de obediência, pois o animal para sacrifício, aquele que Deus aceita como oferenda, Ele mesmo proveu para si, segundo o que já declarara Abraão a seu filho “Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto, meu filho (cap 22, v 8)” no início da caminhada. Um fato interessante a ser observado é que o verdadeiro cordeiro santo, oferecido a Deus, em troca dos nossos pecados, para quebrar maldições, para destinar-nos a Deus, é o Filho de Deus, o Senhor Jesus, que já naquela época estava destinado a morrer por nós, para fazer a paz entre nós e Deus.

Após esta obediência um anjo traz a seguinte mensagem de Deus a Abraão “Por mim mesmo jurei, diz o SENHOR: Porquanto fizeste esta ação, e não me negaste o teu filho, o teu único filho, Que deveras te abençoarei, e grandissimamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos; E em tua descendência serão benditas todas as nações da terra; porquanto obedeceste à minha voz(cap 22, v 16-18)”, renovando a promessa feita a ele anteriormente, pois a Bíblia diz que devemos permanecer, e se retrocedermos Deus não se alegra com nossa vida.

Graças a Deus que o Cordeiro, o Senhor Jesus, foi morto e ressuscitou, e hoje nEle se cumpre a vontade de Deus para nós. Ele é o herdeiro de todas as coisas e nós juntamente com Ele, por termos aceitado o seu sacrifício, herdamos todas as coisas. Acheguemo-nos pois confiadamente a Deus unidos ao Santo Espírito para obtermos, pela graça, aquilo de necessitamos para vivermos adequadamente, e de forma honrosa nesta terra.

Ainda em Hebreus está escrito que devemos crer que Deus existe e que tem uma recompensa para nós. Não lutamos uma luta vã, nem caminhamos numa jornada inútil, mas se permanecermos com fé, tudo que pedirmos ao Senhor nos será feito, pois a fé é uma certeza e é também a própria prova daquilo que esperamos conforme Hb 11.1 ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.

Agora já podemos responder as duas perguntas: (1) devemos buscar a Deus porque Ele tem tudo de que necessitamos e (2) demonstramos fé quando vamos até o final na nossa busca, portanto, tenha fé, faça como fez Abraão, ainda que seja difícil, você se sinta fraco, você não consiga ver as coisas lá na frente, você se sinta como quem está morrendo ou sinta que está perdendo algo, como quem está sofrendo, como quem nada merece de Deus, prossiga, pois pela graça alcançaremos todas as promessas.

Um comentário:

  1. Liane5:59 PM

    Obrigada pela mensagem. Edificou-me muito!
    Deus o abençoe!

    ResponderExcluir

Olá, fique à vontade para comentar. Que juntos sejamos edificados pelo Senhor.